Dica #03 – Coesão e coerência

Costurando o texto e estabelecendo relações semânticas pertinentes

Como vimos nas aulas anteriores, um texto não é uma simples justaposição de frases corretas, uma após a outra. Exige um entrelaçamento rigoroso das idéias que estão sendo expostas para que o leitor não se perca e consiga interpretá-lo corretamente. O que transforma um amontoado de frases em um texto é justamente a coesão e a coerência.

Ao escrever, a nossa preocupação inicial é captar as idéias e ordená-las com uma determinada hierarquia, de modo que as principais sejam enfatizadas: Qual é nossa idéia central? Como podemos defendê-la? Que exemplos são mais interessantes? Quem devemos citar? Que palavras escolher? Como devemos nos dirigir ao leitor? Em que medida devemos explicitar todas as idéias ou deixá-las implícitas?São questões que respondemos inicialmente, ao escrever as primeiras versões de um texto.

No caso da redação de vestibular, como não dispomos de tempo para elaboração de muitas versões, essas perguntas devem ser feitas durante a etapa de planejamento.

Desse modo, no terceiro encontro, abordamos:

  1. Os recursos para dar coerência, clareza, concisão e unidade ao texto.
  2. Os principais mecanismos de coesão textual.

Dê uma olhada nos exercícios e materiais extras que estamos disponibilizando aqui no Blog.

Abraços,

Cyntia

ofpalavra@uol.com.br

Anúncios

Gostou? Deixe seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s